Esportes

Michael Schumacher: quatro anos de mistério

O Presente

Ontem (29) foram completados exatamente quatro anos do grave acidente de esqui do ex-piloto alemão de Fórmula 1 Michael Schumacher. De férias no fim de 2013 na estação de Méribel, nos alpes franceses, o alemão bateu sua cabeça contra uma pedra após uma queda e seu capacete não resistiu ao forte impacto.

Schumacher teve sérios danos neurológicos e entrou em estado de coma. Seis meses depois, em junho de 2014, ele saiu do coma e em setembro do mesmo ano voltou para sua casa na Suíça para seguir com sua recuperação.

Desde então, o estado de saúde do alemão é mantido em absoluto sigilo. A família e a agente do ex-piloto, Sabine Kehm, não falam nada sobre sua recuperação e até ameaçam quem tente especular sobre o caso. Filho do heptacampeão, Mick Schumacher, que presenciou o acidente do pai, atualmente compete em categorias de base do automobilismo, mas não fala sobre o assunto.

A última notícia real sobre o estado de Schumacher veio a público em setembro de 2016, quando seu advogado, Felix Damm, desmentiu a publicação alemã Bunte de que ele teria voltado a andar. “Toda essa especulação é irresponsável, porque, dada a gravidade de suas lesões, a privacidade é muito importante. Infelizmente, eles deram falsas esperanças a muitas pessoas”, disse.

Aviso importante: A reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo (textos, imagens, infográficos, arquivos em flash, etc) do portal não é permitida e, caso se configure, poderá ser objeto de denúncia tanto nos mecanismos de busca quanto na esfera judicial. Se você possui um blog ou site e deseja estabelecer uma parceria para reproduzir nosso conteúdo, entre em contato por e-mail.

Copyright © 2017 O Presente, powered by Wordpress.

Para o alto!